Notícias

Academia Brasileira de Treinadores realiza estágio internacional com grande mestre do judô japonês

Tatsuo Moshida foi o responsável pela preparação de dois medalhistas olímpicos e três campeões mundiais

Atribua uma nota:

Até a próxima segunda-feira, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) está reunindo os principais treinadores de judô do país para um estágio com um dos grandes mestres da mais tradicional escola da modalidade no mundo, o japonês Tatsuo Moshida. A atividade faz parte da Academia Brasileira de Treinadores (ABT) e acontece no Centro de Treinamento Time Brasil, localizado no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro.

Tatsuto Mochida foi o responsável pela preparação de dois medalhistas olímpicos e três campeões mundiais. O japonês elogiou o judô brasileiro e ficou impressionado com a motivação dos treinadores brasileiros participantes do curso. Com aulas teóricas e práticas, Tatsuo está transmitindo aos brasileiros detalhes da consagrada técnica do judô japonês. "Está chegando 2016 e tenho uma expectativa boa que é possível melhorar ainda mais o judô brasileiro. Mas acho que o mais importante é trabalhar com foco em 2020 e 2024", afirmou Mochida, que atualmente é chefe da polícia de Tóquio e procura implementar as técnicas da modalidade no treinamento de seus oficiais.

Nomes como Rosicleia Campos e Luiz Shinohara, técnicos das seleções brasileiras feminina e masculina, entre outros, vestiram seus quimonos e voltaram a ser alunos. "O mais importante é a troca de experiências. Todos aqui são técnicos formados e ele traz um novo ponto de vista de um país tão tradicional no nosso esporte. Essa fusão da vivência dele como técnico de medalhistas olímpicos no Japão e a nossa experiência no Brasil faz com que todo mundo cresça. O que importa é primar pela melhora de todo mundo para lá na frente alcançarmos os resultados esperados", comentou Rosicleia.

O treinador da equipe masculina, Luiz Shinohara não só participou das aulas como aluno, como atuou como intérprete de Mochida durante a atividade. "Ele é muito detalhista e são coisas que a gente, como professor, acaba deixando um pouco de lado. Ele veio aqui para mostrar que isso é muito importante. O fundamento no judô é tudo e o professor Mochida enfatiza muito essa questão. Agora, vamos trabalhar individualmente estes detalhes com os nossos atletas e creio que isso deve elevar ainda mais o nível dos nossos atletas", afirmou Shinohara.

O judô faz parte, ao lado de lutas associadas e taekwondo, da segunda turma da ABT, iniciada em dezembro de 2013 e com formatura prevista para novembro de 2015. Cerca de 100 treinadores participaram da segunda turma da ABT, sendo 55 do judô.

A primeira turma reúne atletismo, ginástica artística e natação e se forma no final desse ano.

A ABT tem o objetivo de complementar, por meio de atividades educacionais, a formação profissional de treinadores do esporte de alto rendimento, e, desse modo, contribuir de forma relevante para a conquista de resultados positivos no esporte olímpico brasileiro. "Acreditamos que um dos pontos altos da ABT é o estágio internacional por ser uma excelente oportunidade para troca de experiências e informações com os grandes treinadores mundiais, de diferentes escolas e nacionalidades; além de prover suporte teórico e prático para o aperfeiçoamento da modalidade, com foco na sistematização do treinamento e na técnica esportiva", observou Augusto Heleno Pereira, diretor do Instituto Olímpico Brasileiro.

Tags: , ,
Galeria
Crédito: 1 de

Atribua uma nota:

Aguarde...