Movimento Olímpico

aros_Olimpiadas_pequim_menor

O esporte como instrumento de transformação social

Um movimento com base social em prol do desenvolvimento do Homem e da compreensão universal através do esporte, o Movimento Olímpico celebra a paz e incentiva o respeito mútuo entre as pessoas.

De acordo com a Carta Olímpica, o Comitê Olímpico Internacional (COI), as Federações Internacionais dos Esportes (Fis) e os Comitês Olímpicos Nacionais (CONs) devem trabalhar juntos para promover este movimento. Unidas, estas entidades contribuem para a construção de um mundo melhor pautado em uma consciência democrática, humanitária, cultural e ecológica por meio da prática esportiva.

O Barão Pierre de Coubertin recriou os Jogos Olímpicos da Antiguidade com o intuito de propagar estes valores. Além do caráter ideológico da iniciativa, ele acreditava que a realização da competição era necessária para incentivar a integração entre as nações e seus povos – uma tendência crescente no fim do século XIX.

Os antigos ideais olímpicos gregos inspiraram Coubertin, que criou a noção moderna de Olimpismo - filosofia que norteia as ações do Movimento Olímpico rumo ao objetivo maior de aperfeiçoamento do ser humano. 

Galeria
Crédito: 1 de

Atribua uma nota:

Aguarde...